Seguidores

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Xô mosquito!!!

Quem é o meliante???


A meliante é a mocinha que gosta de ficar voando por aí de dia que se chama Aedes aegypti. Ela carrega o vírus da dengue (uma doença pouco conhecida por essas bandas, né???), que á um arbovírus da família Flaviviridae, gênero Flavivírus e que inclui quatro tipos imunológicos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4. Ok, ok, não entendeu nada, né?  Então, isso quer dizer que existem 4 tipos diferentes desse vírus: os sorotipos 1, 2, 3 e 4. Todos podem causar as diferentes formas da doença. Para ser mais direta, você pode contrair a doença 4 vezes...


E por onde anda a meliante???

Em depósitos de água parada acumulada nos quintais e dentro das casas.

O que o cara sente?

Tudo e mais um pouco. Por experiência própria (que não foi nada boa) digo que a pessoa se sente muito, mas muito mal.
Mas vamos lá. A grande maioria das infecções é assintomática. Quando surgem, os sintomas costumam evoluir em obediência a três formas clínicas: dengue clássica, forma benigna, similar à gripe; dengue hemorrágica, mais grave, caracterizada por alterações da coagulação sanguínea; e a chamada síndrome do choque associado à dengue, forma raríssima, mas que pode levar à morte, se não houver atendimento especializado.
Tá com medo??? Então é melhor começar a pensar em mudar para outro lugar...

E como é que você descobre que tem a bagaça???

O diagnóstico de certeza da dengue é laboratorial. Pode ser obtido por isolamento direto do vírus no sangue nos 3 a 5 dias iniciais (no meu caso só foi depois de 7 dias) da doença ou por exames de sangue para detectar anticorpos contra o vírus (testes sorológicos).

A prova do laço (que dói bastante) está indicada nos casos com suspeita de dengue, porque avalia a fragilidade capilar e pode refletir a queda do número de plaquetas.

Tem vacina???

Hummmmm... ainda não... Mas uma vacina contra os quatro tipos da dengue, desenvolvida a partir de uma cepa do vírus vivo, geneticamente modificado, está sendo testada em humanos. Até o momento os voluntários não apresentaram reações adversas.

E como é que a gente sara disso???

Não existe tratamento específico contra o vírus da dengue. Tomar muito líquido para evitar desidratação e utilizar medicamentos para baixar a febre e analgésicos são as medidas de rotina para aliviar os sintomas.
Pacientes com dengue, ou com suspeita da doença, precisam de assistência médica. Sob nenhum pretexto, devem recorrer à automedicação, pois jamais podem usar antitérmicos que contenham ácido acetilsalecílico (AAS, Aspirina, Melhoral, etc.), nem anti-inflamatórios (Voltaren, diclofenaco de sódio, Scaflan), que interferem no processo de coagulação do sangue.

Isso é sério!!!
  • Dengue é uma doença que pode evoluir rapidamente da forma clássica para quadros de maior gravidade;
  • A pessoa só desenvolve imunidade para o tipo de vírus que contraiu e pode infectar-se com outro sorotipo, o que aumenta o risco de doença hemorrágica;
  • A identificação precoce dos casos de dengue é de importância fundamental para o controle das epidemias;
  • Combater os focos do mosquito transmissor é a única maneira de prevenir a transmissão da doença.


Dicas
  • Se ficou com alguma dúvida´, só ir ao site http://www.dengue.org.br/.
  • Para os mais curiosos:
              Aplicativo iPad e iPhone da Dengue
  • LIMPEM TUDO QUE POSSA SERVIR PARA PROCRIAÇÃO DO MOSQUITO!!!!!


Fontes: http://www.dengue.org.br/, http://pt.wikipedia.org/wiki/Dengue, http://drauziovarella.com.br/letras/d/dengue/)

Estou morrendo de medo de pegar essa doença de novo!!! 

Ivs

Um comentário:

  1. Boa postagem, SEMPRE É BOM ALERTAR, não é mesmo ? Beijo.

    ResponderExcluir